quinta-feira, 14 de abril de 2016

Títulos – Campeonato Paulista de 1939

Bicampeão paulista em 1938 pela terceira vez, o Corinthians iniciou em 1939 a campanha do seu terceiro tri, façanha que até então nenhum clube havia alcançado e que até hoje jamais foi superada, apenas igualada pelo Santos sete décadas mais tarde. Foi o famoso "tri-tri", com as conquistas de 1922-1923-1924, 1928-1929-1930 e 1937-1938-1939.

Mais uma vez o sistema de disputa foi alterado em relação ao ano anterior. Assim como no campeonato de 1938, foram 11 os participantes e todos jogavam contra todos, mas desta vez a disputa foi em turno e returno. Portanto, cada equipe fazia 20 partidas, e não 10, como em 1938.

O Corinthians foi campeão com uma campanha excepcional. Em 20 jogos, foram 17 vitórias e apenas três tropeços: dois empates, contra Palestra Itália e Santos, e uma derrota, para o São Paulo.

As principais vítimas do Corinthians foram o Juventus, que vencemos por 6x0 e 3x0, o Hespanha, goleado por 6x0 e 4x0, e o Comercial da capital, derrotado no turno e no returno por 4x0. Outro grande resultado corinthiano foi a lavada de 5x1 sobre a Portuguesa, equipe que fazia uma ótima campanha.

O jogo decisivo aconteceu no dia 30 de dezembro, contra o Santos, no Parque São Jorge. O Corinthians venceu por 4x1, com dois de Teleco e dois de Carlinhos, e levantou o 11º troféu estadual de sua história com duas rodadas de antecedência, já que o Palestra, adversário direto ao título, não poderia mais alcançar a nossa pontuação. De quebra, ao chegar a 11 conquistas, se tornou o maior vencedor do estado, junto com o Paulistano.

Tivemos o melhor ataque da competição (63 gols marcados) e também a melhor defesa (apenas 16 gols sofridos), resultando no impressionante saldo de 47. Contamos também com o artilheiro do torneio, o centroavante matador Teleco, que balançou as redes adversárias 32 vezes, ou seja, foi o autor de mais da metade dos gols marcados pelo time no campeonato.


Time-base: Barcheta (Joel); Jango e Carlos (Dedão); Sebastião (Pelicari), Brandão e Tião (Munhoz); Lopes, Servílio, Teleco, Joane e Carlinhos (Wilson).

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                   

Nenhum comentário:

Postar um comentário