sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Títulos – Torneio Triangular Otávio Lage de 1967

O Torneio Triangular Otávio Lage de 1967, também conhecido como Triangular de Goiânia, é mais um título da série "O Corinthians foi ou não campeão?". Embora essa conquista conste em qualquer lista publicada de títulos da história corinthiana, há fontes que afirmam que o campeão na verdade foi o Vila Nova. Vamos aos fatos.

Em 1967, o Corinthians recebeu o convite para participar desse torneio amistoso, que levava o nome do então governador do estado de Goiás. Realizada em comemoração à reabertura do Estádio Olímpico de Goiânia (que sediaria todas as partidas da disputa), a competição consistia em um triangular envolvendo também duas das principais equipes da cidade: Atlético Goianiense e Vila Nova. Os confrontos seriam de todos contra todos, para se definir o campeão após cada equipe realizar duas partidas.

Na abertura, vitória do Vila Nova por 3x1 sobre o Atlético no clássico goiano. Na partida seguinte, o Corinthians bateu o Atlético por 4x1. Assim, o último jogo do triangular, entre Corinthians e Vila Nova, disputado em 25 de junho, valeria como uma verdadeira final. Só que a partida acabou empatada em 0x0, colocando as duas equipes em igualdade de pontos na ponta da tabela, o que abriu espaço pra toda a confusão a respeito da definição do título.

Ha quem considere o Corinthians campeão isolado da competição, já que fechou sua participação na disputa com três gols de saldo, contra dois do Vila Nova. Há também fontes que afirmam que o título foi dividido entre as duas equipes, devido ao mesmo número de pontos ganhos. Mas existem ainda documentos relatando que o vencedor foi o Vila Nova, pois não havia critérios de desempate previstos para a disputa, e o Corinthians teria concordado que em caso de igualdade, o troféu ficaria com a equipe local.

Como sabemos, regulamentos estapafúrdios sempre fizeram parte do futebol brasileiro, e torneios como esse são um ótimo exemplo disso.

Time-base: Barbosinha; Jair Marinho, Ditão, Galhardo (Mendes) e Maciel (Jorge Corrêa); Nair e Rivellino (Luís Américo); Bataglia, Flávio, Sílvio (Marcos) e Lima (Gílson Porto). Técnico: Zezé Moreira.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário