sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Títulos – Taça Charles Miller de 1958

Até 1958, a Taça Charles Miller já havia sido disputada três vezes, e com três formatos diferentes. Em 1954, quando foi conquistada pelo Corinthians, seguia o modelo das extintas Taça Cidade de São Paulo e Taça Prefeitura Municipal de São Paulo, ou seja, tinha como participantes os três primeiros colocados do Campeonato Paulista do ano anterior. Já em 1955, a disputa – que também teve o Corinthians como campeão – cedeu espaço a um torneio que incluía também equipes do Rio de Janeiro e estrangeiras, sendo denominada Torneio Internacional Charles Miller (há fontes que indicam ser outra competição, independente, enquanto outras afirmam se tratar da mesma disputa, mas com outro sistema). Por fim, em 1956, edição vencida pelo São Paulo, foram convidadas para o torneio as equipes do chamado Trio de Ferro, ou seja, as três grandes equipes da capital (Corinthians, Palmeiras e São Paulo). Porém, na edição de 1958, o formato original do torneio foi recuperado; assim, tomaram parte na competição os três primeiros colocados do Campeonato Paulista de 1957 – Corinthians (terceiro colocado), São Paulo (campeão) e Santos (vice) –, que se enfrentariam em um triangular com sede no Pacaembu de todos contra todos em turno único, sendo declarado campeão o time com mais pontos somados.

Estreamos em 13 de abril, contra o Santos, em partida que não saímos de um empate em 2x2 mesmo após termos ficado em vantagem duas vezes. Paulo e Battaglia marcaram para o Corinthians.

Na sequência do torneio, em 16 de abril, com dois gols de Rafael, dois de Joãozinho e um de Zezé, simplesmente destruímos o São Paulo por 5x1.

O título seria decidido apenas após o resultado do jogo entre Santos e São Paulo, que fecharia o triangular. Mas como nessa partida a equipe da Baixada saiu com a vitória, a liderança acabou dividida entre eles e nós. E aí se inicia mais um título polêmico da nossa história, em uma história bastante mal explicada. Um jogo extra entre Corinthians e Santos, a ser disputado no dia 27 de maio, foi marcado, mas não pôde ser realizado devido a chuvas que tornaram o campo do Pacaembu impraticável, e pelo que consta a partida jamais foi remarcada. E então, sabe-se lá por que cargas d'água, o Corinthians foi declarado o campeão desta que seria a última edição da Taça Charles Miller.

Time-base: Aldo (Cabeção); Olavo e Ari Clemente; Idário, Goiano e Benedito; Battaglia, Luizinho, Joãozinho (Paulo), Rafael e Zezé. Técnico: Cláudio.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário