sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Títulos – Taça Piratininga de 1962

Em 1962, um novo troféu foi colocado em disputa no futebol paulista: a Taça Piratininga, que levava o nome da região em que foi fundada a cidade de São Paulo na língua dos nativos que ali viviam no século XVI. Esse troféu seria oferecido pela Federação Paulista de Futebol ao clube que tivesse o melhor aproveitamento nos confrontos do Campeonato Paulista entre Corinthians, Palmeiras, Portuguesa e São Paulo, ou seja, as principais equipes da capital. Assim, a disputa funcionava como uma espécie de "Campeonato Paulistano" dentro do Campeonato Paulista.

E mantendo a nossa tradição de vitórias em edições inaugurais, logo em 1962 a Taça Piratininga foi conquistada pelo Corinthians.

No primeiro turno do Paulista daquele ano, o primeiro adversário que enfrentamos dentre aqueles que disputavam a taça foi a Portuguesa – e, surpreendentemente, tomamos um vareio, acabando derrotados por 3x0. Na sequência, apenas empatamos em 1x1 com o São Paulo. E no último clássico do primeiro turno, finalmente conseguimos um resultado favorável: vencemos o Palmeiras por 3x1. Até esse momento, tínhamos uma vitória, um empate e uma derrota, e víamos na nossa frente a Portuguesa e o São Paulo, cada um com uma vitória e dois empates.

No segundo turno, seria preciso que a gente se recuperasse para que conseguíssemos levar para casa o novo troféu. O problema é que começamos com o pé esquerdo, empatando com a Portuguesa em 1x1, e vimos na sequência o São Paulo vencer novamente, ampliando sua vantagem na disputa. Mas o Corinthians não desistiu: encerrou sua participação batendo o São Paulo por 3x2 e o Palmeiras por 3x0, conseguindo assim igualar a campanha do São Paulo na competição, com três vitórias, dois empates e apenas uma derrota em seis jogos.

Não se sabe ao certo os critérios de desempate utilizados para resolver essa disputa, mas o Corinthians foi superior ao São Paulo tanto no confronto direto entre as duas equipes (vencemos um jogo e empatamos outro) quanto nos gols marcados (11x8) e no saldo de gols (6x2), e foi declarado o vencedor.

Foi a nossa única conquista da Taça Piratininga. Há fontes que indicam o Corinthians como campeão da disputa em 1968, mas a informação não procede – o vencedor dessa edição da competição foi a Portuguesa.

A Taça Piratininga acabou ficando em definitivo com o São Paulo em 1970, após tê-la conquistado pela terceira vez.

Time-base: Aldo (Cabeção); Augusto (Walmir) e Eduardo (Raul Simões); Amaro (Ari Clemente), Cássio e Oreco; Felício (Manoelzinho) (Bataglia), Silva, Ney, Rafael e Lima (Ferreirinha). Técnico: Fleitas Solich.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário