segunda-feira, 13 de março de 2017

Taças – Troféu João Saldanha (2014)

Até 2014, o Corinthians já havia conquistado em duas ocasiões o Troféu Osmar Santos, criado pelo jornal Lance! para ser entregue à equipe campeã do primeiro turno do Campeonato Brasileiro no formato de pontos corridos (nos anos de 2005 e 2011, quando a equipe venceu também o Brasileirão). Mas o Timão nunca tinha conseguido fazer a melhor campanha do segundo turno e, consequentemente, ainda não havia levado para casa o Troféu João Saldanha, também oferecido pelo Lance!.

No Brasileirão de 2014, finalmente alcançamos essa façanha. Como nosso desempenho no primeiro turno não foi dos melhores (ficamos dez pontos atrás do líder e futuro campeão Cruzeiro), ninguém esperava muita coisa do time na sequência da competição. Só que tivemos uma recuperação impressionante: após 11 vitórias, 4 empates e 4 derrotas, somamos 37 pontos no segundo turno, mesma pontuação do Cruzeiro, mas levamos o Troféu João Saldanha graças ao saldo de gols (7 contra 6), pois ambas as equipes marcaram 26 gols, mas nós sofremos um a menos (19 contra 20).

O interessante é que, para chegar a esses números, não foram considerados exatamente os últimos 19 jogos do Corinthians no campeonato. O que ocorre é que houve uma alteração na tabela, pois foi necessário fazer um teste na Arena Corinthians em junho, antes da realização da Copa do Mundo, e com isso as partidas entre Corinthians e Botafogo tiveram os mandos de campo alternados entre os dois turnos. Assim, nossa derrota por 1x0 em 11 de outubro contou pontos para o primeiro turno, enquanto o empate em 1x1 entre as duas equipes em 1º de junho foi válido pelo returno. E foi exatamente o ponto somado nesse empate que garantiu a conquista desse título simbólico e do primeiro Troféu João Saldanha de nossa história – cujo nome homenageia um dos mais importantes jornalistas esportivos da história do nosso país, que inclusive chegou a ser o treinador da Seleção Brasileira às vésperas da Copa de 1970.

Uma curiosidade: esse foi o primeiro dos três turnos seguidos de Campeonato Brasileiro que vencemos, já que no Brasileirão de 2015, ano do hexa, fomos os campeões dos dois turnos.

Time-base: Cássio; Fagner, Gil (Anderson Martins), Felipe e Fábio Santos (Uendel); Ralf (Bruno Henrique) (Ferrugem), Elias (Petros), Jadson (Danilo) e Renato Augusto (Lodeiro); Malcom (Luciano) e Guerrero (Romero). Técnico: Mano Menezes.

Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Nenhum comentário:

Postar um comentário